quinta-feira, 17 de novembro de 2011

A natalidade na China

O controle da natalidade na China é feita a partir da política do filho único, onde um casal só pode ter um filho visando controlar o número de habitantes da China. Graças a esse controle a chegada aos 7 bilhões de habitante foi retardada, senão, há 5 anos atrás já teríamos ultrapassado essa marca.

Graças a essa polítca da Comissão Nacional de População e Planejamento Familiar, cerca de 400 milhões de nascimentos foram prevenidos de 1979 em diante. Infelizmente, com essa prática surgiu um grave problema de preconceito: a filha.
Por que isso em pleno século 21? Pelo simples fato das famílias chinesas darem preferência aos filhos homens, já que cabe a eles a obrigação de sustentar os pais na velhice, enquanto as filhas se afastam do núcleo original ao se vincular à família do marido.




Outro fator que favorece ao sexo masculino é o crescimento do capitalismo que remunera melhor os homens se comparado às mulheres. Não é raro meninas nascerem e serem abandonadas. Também é comum mulheres fazerem uma seleção do sexo do bebê pelo pré-natal ou ultra-som, abortando no caso de ser uma menina. Para se ter uma idéia, em algumas regiões rurais as famílias podem ter uma segunda criança caso a primeira seja uma mulher. Já os casais que têm um segundo filho ilegalmente estão sujeitos a multas, esterilização e outras penalidades graves


Será que não há outros meios para conter esse crescimento? Esta é uma questão para se refletir.


Editado e Revisado por: Priscilla Escócio

2 comentários:

  1. Kkkkkkkkk eu amei o mundo!! NÃO AMO MAIS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se mata que passa meu amor :*

      Excluir

Pesquisar este blog